Magazine Luiza - Vem ser feliz! Relações com Investidores
INSTITUCIONAL MAGAZINELUIZA.com

Drivers de Valor e Planilha de Resultado

Descrição das Principais Linhas do Nosso Resultado

    Planilhas Dinâmicas

 

Receita Bruta

Nossa receita bruta é composta principalmente por: (i) revenda de mercadorias e prestação de serviços no segmento de varejo Magazine Luiza; (ii) operações de crédito e prestações de serviços no segmento de financiamento ao consumo Luizacred; (iii) operações de seguros na seguradora Luizaseg; e iv) administração de cartas de crédito no Consórcio Luiza.

i) Magazine Luiza (Varejo): as receitas de revenda de mercadorias são geradas por todas as nossas lojas e a contabilização das receitas é feita quando da entrega das mercadorias aos clientes e a titularidade legal das mercadorias é transferida aos clientes. As receitas de serviços contemplam comissões e taxas dos serviços prestados, como comissões de vendas dos produtos financeiros e de seguros, e taxas pela nossa atividade de correspondente bancário. ii) Luizacred: as receitas provenientes das operações de crédito são realizadas por nossa controlada em conjunto Luizacred, e compreendem principalmente as atividades de crédito direto ao consumidor (CDC), cartões de crédito (Cartão Luiza) e empréstimo pessoal. Há também as receitas de prestação de serviços, que compreendem principalmente tarifas de anuidade de contas, comissões do cartão, comissões de seguros, receita de retenção de vendas sem juros, entre outras. A contabilização dos juros é realizada ao longo da vigência dos contratos “pro rata die”, de acordo com as respectivas taxas de juros pactuadas.
iii) Luizaseg: as receitas da seguradora compreendem os prêmios emitidos de seguro, e são reconhecidos no resultado quando da emissão das apólices ou faturas, assim como os seus respectivos custos de aquisição, ajustados por meio de variação das provisões de prêmios não ganhos e dos custos de aquisição diferidos, de acordo com o período decorrido de vigência das apólices e faturas.
iv) Consórcio Luiza: as receitas do segmento de consórcio compreendem taxas de administração dos grupos de consórcio. A contabilização das taxas de administração é realizada mensalmente quando do efetivo recebimento das parcelas dos consumidores.

Impostos sobre Vendas

Os impostos são compostos por ICMS, PIS/COFINS e ISS incidentes sobre as receitas de revenda de mercadorias e de prestações de serviços, que compõe as deduções da receita bruta, conforme descrito abaixo:

i) Magazine Luiza (Varejo): o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS é um tributo estadual incidente sobre a receita bruta em cada etapa da cadeia de produção e comercialização, de forma não cumulativa e são recolhidos sobre as vendas dos produtos e, posteriormente, pagos ao governo do respectivo Estado. As alíquotas de ICMS variam entre 7% e 25% conforme a legislação de cada Estado para as diferentes categorias de produtos. O ICMS relacionado ao regime de substituição tributária é registrado no CMV das operações de varejo, conforme descrito abaixo.
Sobre a receita de venda de mercadorias incide também as alíquotas de 1,65% para o PIS e 7,6% para o COFINS, exceto produtos beneficiados com isenções fiscais, como computadores e smartphones.
ii) Luizacred: nas atividades de financiamento, os valores de ISS, PIS e COFINS são registrados como despesas tributárias, no grupo de despesas operacionais com vendas.
iii) Luizaseg: nas atividades de seguros, os valores de ISS, PIS e COFINS são registrados como despesas tributárias, no grupo de despesas operacionais com vendas.
iv) Consórcio Luiza: sobre a receita de administração de consórcios incide as alíquotas 3,0% para o ISS, de 1,65% para o PIS e 7,6% para o COFINS.

Devoluções sobre Vendas

As devoluções com vendas compõem as deduções da receita bruta de revenda de mercadorias e de prestações de serviços, conforme descrito abaixo:

i) Magazine Luiza (Varejo): compõem os montantes relativos às devoluções de vendas efetuadas pelos nossos clientes, que são registrados como deduções que impactam nossa receita líquida no segmento de varejo.
ii) Luizacred: não há.
iii) Luizaseg: não há.
iv) Consórcio Luiza: não há.

Custo das Mercadorias Vendidas e Serviços Prestados

Incluem os custos com aquisição de mercadorias e com serviços prestados, conforme descritos abaixo:

i) Magazine Luiza (Varejo): os custo das mercadorias vendidas é apurado com base no custo médio de aquisição dos produtos que revendemos e registrado na data em que as receitas de venda de mercadorias são reconhecidas. Estes valores são deduzidos das verbas de indenização por obsolescência e outras verbas por superação de metas, incluindo bônus por compras adicionais de produtos, pagas pelos nossos fornecedores. Além disso, contabilizamos também como custo das mercadorias os gastos com frete, relacionadas ao transporte de mercadorias até os Centros de Distribuição (“CDs”), que por consequência são incorporados ao custo.
Adicionalmente, nos 16 estados em que atuamos vigora, para a maioria das categorias de produtos do nosso mix de vendas, o regime de substituição tributaria do ICMS. O recolhimento deste tributo ocorre de forma antecipada, no momento da compra da mercadoria, tendo como base o custo de compra e a margem de valor agregada (mark-up), determinada pelas autoridades fiscais de cada Estado. Os impostos antecipados na forma de substituição são registrados de acordo com o regime de competência no grupo de custo das mercadorias vendidas (CMV), das operações de varejo.
ii) Luizacred: os custos das operações de crédito são compostos por custos de captação no mercado (depósitos interfinanceiros), por meio de nossa controlada em conjunto Luizacred.
iii) Luizaseg: os custos dos serviços prestados no segmento de seguros englobam custos de sinistros com as apólices de garantia estendidas.
iv) Consórcio Luiza: os custos dos serviços prestados compreendem comissões de vendas e outros custos relacionados à administração de consórcios.

Despesas com Vendas

As despesas com vendas estão relacionadas às atividades operacionais das empresas e se identificam com os processos de comercialização e de prestações de serviços aos nossos clientes, compreendendo despesas fixas e variáveis. As principais despesas com vendas nos diferentes segmentos de operações são:

i) Magazine Luiza (Varejo): as despesas com vendas do segmento de varejo são decorrentes das operações das nossas lojas. As principais despesas são: (i) de pessoal, incluindo salários, comissões, encargos sociais e benefícios; (ii) propaganda e marketing; (iii) distribuição e logística; (iv) aluguel de pontos comerciais; (v) tecnologia e comunicação; (vi) segurança; (vii) energia elétrica; e (viii) despesas de suprimentos e de manutenção.
ii) Luizacred: as despesas com vendas do segmento de financiamento ao consumo são compostas principalmente por: (i) despesas com pessoal e com processos das centrais de atendimento e de cobrança; (ii) pagamento de comissões de serviços e ressarcimentos de despesas compartilhadas ao Magazine Luiza e ao Itaú Unibanco; (iii) despesas operacionais do cartão Luiza; (iv) despesas relacionadas à bandeira Mastercard do cartão Luiza; (v) tecnologia, processamento de dados e telecomunicações; (v) provisões para riscos operacionais; e (vi) despesas tributárias.
iii) Luizaseg: as despesas com vendas do segmento de seguros são compostas principalmente por comissões de vendas pagas ao Magazine Luiza.
iv) Consórcio Luiza: não há.

Despesas Gerais e Administrativas

As despesas administrativas estão relacionadas às estruturas administrativas e comerciais das empresas e se identificam com os processos acessórios, de controles e de gerenciamento das atividades operacionais. As principais despesas gerais e administrativas nos diferentes segmentos de operações são:

i) Magazine Luiza (Varejo): as principais despesas envolvem as atividades regulares dos centros de distribuição, escritório central de Franca, escritório de negócios de São Paulo, como despesas (i) de pessoal, incluindo salários, bonificações, encargos sociais e benefícios; (ii) aluguel das unidades; (iii) tecnologia e comunicação; (iv) energia elétrica; e (v) suprimentos e manutenção; (vi) e outras despesas corporativas, tais como consultorias e assessorias especializadas.
ii) Luizacred: as despesas administrativas da operação de financiamento ao consumo compreendem basicamente as despesas de pessoal da equipe do escritório administrativo, incluindo salários, comissões, encargos sociais e benefícios.
iii) Luizaseg: as despesas administrativas da operação de seguros compreendem principalmente as despesas: (i) de pessoal, incluindo salários, encargos sociais e benefícios da equipe administrativa; (ii) aluguel, materiais de suprimentos e manutenção do escritório; (iii) serviços de tecnologia e comunicação; e (iv) serviços técnicos contratados.
iv) Consórcio Luiza: as despesas administrativas da operação de consórcio compreendem principalmente as despesas: (i) de pessoal, incluindo salários, encargos sociais e benefícios da equipe administrativa; (ii) aluguel, materiais de suprimentos e manutenção do escritório; (iii) serviços de tecnologia e comunicação; e (iv) serviços técnicos contratados.

Depreciação e amortização

A depreciação é reconhecida com base na vida útil estimada de cada ativo, ou do conjunto destes, reconhecemos estes bens por meio do método linear, fazendo com que o seu valor residual, após sua vida útil, seja integralmente baixado das nossas demonstrações financeiras. A vida útil estimada, os valores residuais e os métodos de depreciação são revisados anualmente e o efeito de quaisquer mudanças nas estimativas é contabilizado prospectivamente. A depreciação e amortização são distribuídas da seguinte forma:

i) Magazine Luiza (Varejo): a depreciação dos ativos imobilizados relacionados às operações de varejo compreende depreciação de benfeitorias, de computadores e periféricos, de móveis e utensílios, máquinas e equipamentos, veículos e outros. As taxas de depreciação para cada tipo de ativo são apresentadas na nota explicativa do Imobilizado das Demonstrações Financeiras Anuais.
ii) Luizacred: na Luizacred, os ativos imobilizados são compostos basicamente por móveis, equipamentos e sistemas de processamento de dados, que têm suas depreciações calculadas pelo método linear. Além disso, há amortização do ativo intangível.
iii) Luizaseg: na Luizaseg, os ativos imobilizados são compostos basicamente por benfeitorias em imóveis, móveis e utensílios, que têm suas depreciações calculadas pelo método linear.
iv) Consórcio Luiza: no Consórcio, os ativos imobilizados são compostos basicamente por móveis e utensílios, que têm suas depreciações calculadas pelo método linear.

Outras Receitas Operacionais, Líquidas

As outras receitas/despesas operacionais líquidas estão relacionadas às atividades operacionais das empresas e são compostas, principalmente, por:

i) Magazine Luiza (Varejo): apropriação de receitas diferidas relativas a acordos de cessão de direito de exploração, realizadas por instituições financeiras (i) para gerir a nossa folha de pagamento e oferecer com exclusividade serviços bancários a nossos empregados; (ii) ter o direito de exclusividade para oferecer serviços financeiros e produtos de seguros para os nossos clientes, por nossas controladas em conjunto Luizacred e Luizaseg. Os acordos de cessão de direitos de exploração, que são geralmente pagos em dinheiro, são registrados nas contas contábeis de caixa e receita diferida, no balanço patrimonial e são apropriadas ao resultado do exercício mensalmente na rubrica de “Outras receitas operacionais, líquidas”.
Compõem também as outras receitas/despesas operacionais, despesas incorridas de forma não recorrentes com fechamento de lojas e processos de integrações de redes, bem como provisões para perdas tributárias.
ii) Luizacred: na financeira, consiste basicamente de apropriação de receitas de profit sharing do empréstimo consignado contratos junto à Fininvest, a favor da Luizacred e de despesas de sinistros financeiros com operações de cartões de crédito.
iii) Luizaseg: não há despesas e receitas relevantes.
iv) Consórcio Luiza: não há despesas e receitas relevantes.

Resultado Financeiro

O resultado financeiro é a diferença entre as receitas e despesas financeiras. As principais receitas e despesas por segmento de operações são:

i) Magazine Luiza (Varejo): as principais despesas que compõem o resultado financeiro do segmento de varejo são juros incidentes sobre empréstimos e financiamentos, juros sobre antecipações de recebíveis de cartão de crédito de terceiros e do cartão Luiza. As principais receitas são as de juros de vendas de garantia estendida, juros por atrasos no recebimento de revendas de mercadorias, descontos obtidos no pagamento de duplicatas e rendimentos de aplicações financeiras.
ii) Luizacred: não há.
iii) Luizaseg: o resultado financeiro da Luizaseg é composto basicamente por receitas de rendimentos sobre aplicações financeiras.
iv) Consórcio Luiza: o resultado financeiro do Consórcio é composto basicamente por receitas de rendimentos sobre aplicações financeiras.

IR/CSSL

A provisão para imposto sobre a renda e contribuição social está relacionada ao lucro tributável dos exercícios, sendo as alíquotas para as atividades como seguem:

i) Magazine Luiza (Varejo): para as atividades de varejo, as alíquotas são de 25% para IRPJ e 9% para CSLL.
ii) Luizacred: para as atividades de financiamento, as alíquotas são de 25% para IRPJ e 15% para CSLL.
iii) Luizaseg: para as atividades de seguros, as alíquotas são de 25% para IRPJ e 15% para CSLL.
iv) Consórcio: para as atividades de administração de consórcio, as alíquotas são de 25% para IRPJ e 9% para CSLL.

Para maiores informações sobre as demonstrações de resultados, consultar as Demonstrações Financeiras com Relatório dos Auditores Independentes disponíveis no site de Relações com Investidores e na CVM – Comissão de Valores Mobiliários.

CADASTRE-SE Cadastre-se para receber nossos informativos sobre Relacionamento com Investidores

youtube blog da Lu compartilhe
Magazine Luiza © 2013 . Todos os direitos reservados. Política de Privacidade | Termos e Condições