3T12

3T12

DESTAQUES 3T12

Crescimento Expressivo em Vendas - A receita bruta consolidada do Magazine Luiza no 3T12 foi de R$2,2 bilhões, crescendo 15,2% em relação ao 3T11. O crescimento no conceito mesmas lojas (SSS) foi de 9,6%, acima da média de mercado, o que representou ganhos de market-share. Vale lembrar que este crescimento foi obtido sobre uma base de comparação elevada (3T11) e durante a integração de sistemas das lojas do Nordeste. As vendas pela internet cresceram 25,5%, totalizando R$269,0 milhões no 3T12.

Crescimento Sustentável - A Companhia apresentou crescimento sustentável no 3T12, mantendo suas práticas conservadoras na aprovação de crédito pela Luizacred e na limitação das vendas sem juros. A margem bruta consolidada evoluiu 0,8 ponto percentual em relação ao 3T11, representando 33,5% da receita líquida. Essa evolução considera uma melhora na margem da Luizacred e uma leve redução na margem do varejo, impactada pela maior participação da internet e pelo processo de integração da Lojas Maia.

Processo de Integração da Lojas Maia - A Companhia efetuou a mudança de sistemas de praticamente todas as lojas do Nordeste no 3T12 (32 lojas restantes foram integradas em outubro), concluindo o processo de integração da Lojas Maia. Dessa forma, todas as lojas da Companhia operam nos sistemas do Magazine Luiza, o que proporcionará, a partir do 4T12 e, principalmente em 2013, melhorias na margem bruta, através de mais eficiência na gestão de preços e de estoques, e redução de despesas gerais e administrativas.

Redução e Racionalização dos Custos e Despesas - A Companhia reitera que o seu foco principal no exercício de 2012 continua sendo o compromisso com a racionalização dos custos e despesas, incluindo a revisão das despesas de lojas e de todas as demais despesas operacionais. No 3T12, as despesas com vendas, gerais e administrativas no segmento de varejo apresentaram redução de 0,8 ponto percentual em relação ao 3T11, passando de 26,2% para 25,4% da receita líquida, fruto da racionalização de despesas proposta no planejamento estratégico do ano.

Luizacred - A carteira total em atraso diminuiu 3,3 pontos percentuais de set/11 para set/12, com destaque para a carteira em atraso acima de 90 dias, que diminuiu de 13,6% para 10,4% da carteira total (comparado com 11,6% em jun/12). A Luizacred manteve o conservadorismo durante o 3T12, com robustas provisões para perdas em créditos de liquidação duvidosa e taxas de aprovação de crédito menores quando comparadas ao 3T11. O índice de cobertura aumentou de 111% em set/11 para 129% em set/12 (117% em jun/12).

Resultados - A Companhia obteve lucro líquido de R$2,3 milhões no 3T12. Apesar do crescimento, as vendas ficaram levemente abaixo das expectativas, e, em conjunto com os esforços na integração das lojas do Nordeste, impediram neste trimestre uma maior diluição das despesas operacionais. As despesas extraordinárias de integração somaram R$6,3 milhões, concentradas no treinamento de mais de 4 mil funcionários e na virada de quase todas as lojas do Nordeste. Considerando as 104 lojas do Baú e 150 lojas do Nordeste, a Companhia integrou mais de 1/3 de suas lojas em menos de 1 ano, marcando o início de uma nova fase no varejo.

 

Magazine Luiza © 2016.

Todos os direitos reservados.