3T11

3T11

DESTAQUES 3T11

Crescimento de Vendas - No 3T11, o Magazine Luiza cresceu significativamente acima da média do mercado, gerando um faturamento bruto consolidado de R$1,89 bilhão, aumentando 33,8% em relação ao 3T10 e 8,5% em relação ao 2T11. No acumulado, o faturamento alcançou R$5,33 bilhões, alta de 40,5% em relação aos 9M10. Neste trimestre, a Companhia elevou seu crescimento mesmas lojas de 14,4% no 2T11 para 20,0% no 3T11 em relação aos mesmos períodos do ano anterior. Sem considerar a Lojas Maia, a Companhia cresceu 18,2% com as mesmas lojas no 3T11. Nos 9M11, o crescimento de vendas mesmas lojas também foi muito expressivo, alcançando 19,8%.

Evolução da Internet - Com sua estratégia multicanal, o Magazine Luiza continua investindo na internet e ganhando participação de mercado. As vendas pela internet cresceram 48,0% no 3T11, totalizando R$214,4 milhões. Em ago/11, a Companhia anunciou ao mercado o lançamento do projeto Magazine Você, uma das primeiras iniciativas reais de Social Commerce no Brasil e no mundo. O projeto tem como objetivo ampliar a divulgação da marca nas redes sociais (Facebook e Orkut) e fomentar as vendas pela internet por meio de uma rede de divulgadores que recebem comissões entre 2,5% e 4,5% das vendas.

Lojas Maia - A Companhia iniciou o processo de virada definitiva da marca Magazine Luiza no Nordeste. Em out/11, foi realizada a primeira grande festa de reinauguração, começando pela região metropolitana do Recife, onde foram reformadas 14 lojas no padrão do Magazine Luiza. As lojas ficaram muito atraentes, com novo mix de produtos e ambientes muito mais modernos, gerando um expressivo crescimento nas vendas. A Companhia reformará ainda este ano mais 14 lojas na Grande Fortaleza e 8 lojas na região de Maceió. Até o final de 2012, a marca de todas as lojas do Nordeste deverá ser Magazine Luiza.

Lojas do Baú - A integração operacional das Lojas do Baú será uma das mais rápidas da história do Magazine Luiza. Em ago/11, a Companhia assumiu os 121 pontos de vendas das lojas do Baú, reforçando sua estratégia de consolidação nos mercados de atuação e expansão das lojas virtuais. A maioria das lojas permaneceu fechada ao longo do 3T11, mas durante o mês de agosto, e principalmente no final de setembro, foram abertas 69 lojas convencionais, sendo 34 no Paraná, 34 em São Paulo (8 na Grande São Paulo) e 1 em Minas Gerais. A frente dessas lojas e o uniforme dos funcionários já estão sendo alterados para Magazine Luiza.

Adicionalmente, até o final de nov/11, serão inauguradas 35 lojas virtuais no Paraná, sendo que 11 foram abertas em out/11. Essas lojas foram totalmente reformadas, já no padrão do Magazine Luiza, obtendo mais um grande sucesso de vendas. Finalmente, 4 lojas convencionais serão reformadas e anexadas às lojas existentes do Magazine Luiza (2 na Grande São Paulo) e 13 lojas não farão parte da rede. Vale mencionar também que as atividades administrativas das lojas do Baú já foram assumidas pelos escritórios do Magazine Luiza.

Expansão Orgânica - No 3T11, a Companhia inaugurou organicamente 2 lojas convencionais nas regiões Sul e Sudeste (Blumenau/SC e Indaiatuba/SP), totalizando 11 inaugurações até set/11. Ao final do 3T11, o Magazine Luiza operava 684 lojas. Adicionalmente, a Companhia está investindo na abertura de mais 9 lojas nas regiões Sul e Sudeste e 4 lojas no Nordeste, que deverão ser inauguradas até o final do ano.

Crescimento da Luizacred - O Cartão Luiza continua crescendo significativamente, mesmo com uma taxa de aprovação mais conservadora, de acordo com as políticas de crédito do Itaú Unibanco. A base de cartões alcançou 4,2 milhões e os indicadores de atraso da carteira da Luizacred melhoraram nos últimos meses. A carteira total em atraso diminuiu 1,0 ponto percentual de jun/11 para set/11, com destaque para a redução nas carteiras em atraso de 15 a 90 dias, refletindo o conservadorismo adotado nas taxas de aprovação.

Resultados - No 3T11, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA Consolidado) alcançou R$92,2 milhões, com margem de 5,8%. Esse resultado foi obtido devido ao expressivo crescimento nas vendas, mesmo considerando diversas despesas pré-operacionais relacionadas à abertura das lojas do Baú, às reformas das lojas do Nordeste, às 2 lojas inauguradas neste trimestre e às 13 lojas que serão inauguradas até o final do ano.

 

Magazine Luiza © 2016.

Todos os direitos reservados.